A ÉTICA EMPRESARIAL EM MOVIMENTO: AS (DE) LIMITAÇÕES DO CAMPO

Fabio Bittencourt Meira

Resumo


O artigo oferece uma retrospectiva crítica da produção acadêmica no campo da ética empresarial [Business Ethics]. Esta produção apresenta-se num projeto de reforma moral dos negócios, cujo objetivo declarado é erradicar a ignorância moral nos homens de negócio. A perfectibilidade moral do sistema capitalista é, simultaneamente, hipótese de trabalho e missão auto-proclamada. O discurso organiza-se de forma polarizada, de um lado, o enfoque teórico-acadêmico, de outro, o enfoque pragmático-empresarial. A tensão entre os dois pólos é constitutiva de um campo de estudos, cuja consolidação dar-se-á com o declínio do enfoque teórico e a crescente hegemonia pragmática. Inspirado no método genealógico, o artigo analisa esta trajetória para identificar as (de)limitações da ética empresarial, entendida como processo de constituição de um discurso oficial organizador de um campo teórico de estudo e pesquisa. Observa-se, ao longo do caminho, uma renovação das velhas práticas gerenciais promovida pela importação da linguagem da ética filosófica, fazendo aderir ‘novas’ virtudes ao exercício do poder gerencial. Assim, ganha existência um “novo” herói: o gerente moral. A síntese das aspirações do projeto aparece neste ideal-tipo de homem da organização.

Palavras-chave


Ética Aplicada; Ética Empresarial; Gestão; Gerência;

Texto completo: PDF

Gestão & Planejamento. ISSN eletrônico (on-line/e-line) 2178-8030
ISSN impresso 1516-9103