O ESTÁGIO E A FORMAÇÃO DE COMPETÊNCIAS PROFISSIONAIS EM ESTUDANTES DE ADMINISTRAÇÃO

Juliana de Melo Franco Murari, Diogo Henrique Helal

Resumo


O objetivo geral do presente estudo compreende analisar como a prática do estágio se relaciona com a formação de competências profissionais de alunos do curso de Administração, de uma IES privada em Belo Horizonte - MG. Para atender a esse propósito, o modelo utilizado foi o de Paiva e Melo (2008), inspirado em Cheetham e Chivers (1998), que apresenta quatro atores sociais envolvidos na formação de competências profissionais: Instituições de Ensino, Estado, Instituições Coletivas e Organizações. Seu núcleo central é formado pelas competências intelectual, técnico-funcional, comportamental, ética e política. Esta pesquisa é um estudo de caso, tendo sido realizada a pesquisa documental e a pesquisa de campo, de natureza descritiva-explicativa, com enfoque qualitativo. Foram analisados dados secundários e primários ligados ao conceito de formação de competências profissionais por meio da prática do estágio, e realizadas 12 entrevistas semi-estruturadas, mediante amostragem não probabilística intencional, com coordenadores do curso de Administração, alunos-estagiários, empresas concedentes de estágio, Agentes de Integração e Associação Brasileira de Estágios. A IES acredita ser seu papel formar competências profissionais, essencialmente as intelectuais. As organizações entrevistadas, de outro modo, acreditam que as competências técnico-funcionais são ensinadas diretamente aos estagiários no ambiente de trabalho. Demandam também, dos estagiários, a presença de competências comportamentais, éticas e políticas. A partir dos resultados, conclui-se também que o estágio, em Administração, é um mecanismo que permite a formação de competências profissionais, e contribui de maneira significativa para a inserção do aluno no mercado de trabalho.

Palavras-chave


Competências Profissionais; Administração; Estágio; Ensino Superior

Texto completo: PDF

Gestão & Planejamento. ISSN eletrônico (on-line/e-line) 2178-8030
ISSN impresso 1516-9103