ANÁLISE DO CONSUMO DE ENERGIA DE MIGRAÇÃO DE MÁQUINAS VIRTUAIS EM NUVEM IAAS

Laura Arielle Hoffmeister Bassedone, Maurício Aronne Pillon

Resumo


Um dos principais custos variáveis de um data center é a energia elétrica. Só em 2013 os data centers da Google consumiram cerca de 260 milhões de Watts de energia, o equivalente a 0,01% da energia consumida mundialmente. Visto pelo aspecto financeiro e associado ao consumo de energia, o custo energético de manter uma máquina ociosa (≤ 10%) ativa é alto se comparado com o consumo desta mesma máquina a 100%. Investimentos em técnicas de consolidação se tornaram um aliado na redução de custos, pois otimizam a capacidade de recursos de data centers e possibilitam o desligamento de máquinas ociosas. No contexto deste trabalho, tem-se por objetivo mensurar o impacto gerado pela aplicação da técnica de consolidação, com foco na operação de migração de máquinas virtuais em nuvens computacionais IaaS, no consumo de energia. Se por um lado, a decisão de consolidar visa reduzir o consumo de energia, por outro, o provisionamento com reorganização das máquinas virtuais nos recursos disponíveis pode gerar consumo adicional. É fato que a migração gera consumo adicional de energia decorrente do aumento de operações na infraestrutura de rede e no efetivo deslocamento do serviço. Portanto, quantificar e analisar estes aspectos são as principais contribuições deste trabalho.


Palavras-chave


Consumo de Energia; Consolidação; Migração de máquina virtual; OpenStack

Texto completo: PDF

Revista de Sistemas e Computação. ISSN 2237-2903