APLICAÇÃO DE TÉCNICAS DO SPIDE À ENGENHARIA DE REQUISITOS: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA

Jean Clemisson Rosa, Fiama Silva, Gilton Silva, Ecivaldo Matos

Resumo


Entender os desejos e necessidades dos (potenciais) usuários são desafios da Engenharia de Requisitos e do Design de Interação. Ambos possuem ferramentas para auxiliar o engenheiro de requisitos e o designer de interação identificar e especificar os desejos e necessidades, uma delas é o SPIDe (Semio-Participatory Interaction Design). Todavia, ainda não se sabe se o SPIDe possibilita a engenharia requisitos de software. Nesse sentido, este artigo apresenta resultados de uma revisão sistemática da literatura sobre o uso das técnicas que compõem o SPIDe aplicadas à Engenharia de Requisitos. Os resultados apontam que duas técnicas que compõem o SPIDe já foram utilizadas na Engenharia de Requisitos.


Palavras-chave


Design Semioparticipativo; Engenharia Semiótica; Design Participativo.

Texto completo: PDF

Revista de Sistemas e Computação. ISSN 2237-2903